EDDIE VAN HALEN: CINCO DISCOS PARA CONHECER SEU TALENTO NA GUITARRA

Fomos recentemente informados da morte do guitarrista Eddie Van Halen, um dos mais influentes de todos os tempos, que revolucionou a forma de tocar guitarra, acelerou os acordes do rock e até ajudou a aprimorar o instrumento. Edward Lodewijk Van Halen e seu irmão Alex nasceram na Holanda, filhos de um músico de jazz local e mãe indonésia, nascida em Java. A família mudou-se para a Califórnia em 1962 e, no fim dessa década, os dois irmãos já montavam suas primeiras bandas. No início, Eddie tocava piano e bateria, e seu irmão Alex tocava violão, mas quando fundaram a banda Van Halen, em 1972, já tinham trocado os instrumentos.


            O Van Halen só gravou o primeiro disco em 1978, com uma formação que contava, além dos irmãos Van Halen, com o baixista Michael Anthony e o vocalista David Lee Roth, que entraram no grupo em 1974. Essa formação, considerada a melhor da banda, manteve-se até a saída de Roth em 1985. Ele foi substituído por Sammy Hagar, entre 1985 e 1996, ex-Montrose, que saia de uma bem sucedida carreira solo.  Gary Cherome, ex-Extreme, assumiu o vocal da banda entre 1996 e 1998, e, depois de um hiato de quatro anos, Sammy Hagar voltou, entre 2003 e 2005.

            A partir de 2006, David Lee Roth voltou ao posto e, desde então, Wolfgang, filho de Eddie, substituiu Anthony como o baixista da banda. O grupo gravou doze discos de estúdio, o último em 2012 (“A Different Kind of Truth”), mais dois discos ao vivo e lançou duas coletâneas oficiais, que venderam cerca de 56 milhões de cópias só nos Estados Unidos, e 90 milhões em todo o mundo. Na sequência, cinco discos do Van Halen, que apresentam alguns dos melhores momentos da carreira do virtuoso guitarrista.


Veja algumas fotos


MOTÖRHEAD: CINCO DISCOS PARA CONHECER O SOM DA BANDA

Fundado em 1975, em Londres, por Ian “Lemmy” Kilmister, o Motörhead tornou-se uma das mais importantes e influentes bandas de heavy metal, precursora do movimento que ficou conhecido como “New Wave of British Heavy Metal”, iniciado em 1980, quando já tinham três discos gravados, e inspiradora de subgêneros como o Speed Metal e o Trash

METALLICA: CINCO DISCOS INCRÍVEIS DA BANDA

Fundada em 1981, em Los Angeles, pelo guitarrista James Hatfield e o baterista Lars Ulrich, a primeira formação do Metallica contava com e o guitarrista Dave Mustaine e o baixista Ron  McGovney. McGovney foi dispensado pouco depois e Cliff Burton assumiu o baixo. Pouco antes da gravação do primeiro álbum, Mustaine foi dispensado, fundando logo



1 – Van Halen (1978)

Primeiro disco e o melhor de toda a discografia do grupo, pois sempre aparece em primeiro lugar em todas as listas sobre os melhores trabalhos do Van Halen. O disco recebeu ótimas críticas e vendeu 10 milhões de cópias até hoje, tornando-se o álbum de estreia mais vendido nos Estados Unidos. A performance de Eddie chamou a atenção de guitarristas do mundo todo, que tentavam imitar suas inovações técnicas e os aprimoramentos de seus instrumentos. Os destaques do disco são a clássica “Runnin’ With the Denvil”, a instrumental “Erupition”, com um dos mais famosos solos de guitarra, feito no braço do instrumento com as duas mãos, a brilhante regravação de “You Realy Got Me”, do Kinks, “Ain’t Talkin’ Bout Love“, outro clássico, e “Atomic Punk”.

Ouça o disco aqui


2 – Van Halen II (1979)

Seguindo a fórmula do primeiro, o disco chegou à sexta posição da “Billboard 200” e vendeu cerca de 6 milhões de cópias até hoje. A guitarra amarela estampada na parte traseira do álbum foi colocada por Eddie na sepultura de Dimebang Darrell, porque era a preferida do músico do Pantera (apesar de não ter sido usada na gravação). Alguns dos maiores clássicos da banda aparecem nesse disco, como “Dance the Night Away”, “Somebody Get Me a Doctor” e “Beautiful Girls”, além da regravação de “You’re No Good”, de Clint Ballard Jr.

Ouça o disco aqui


GEORGE ORWELL: 1984 – LIVRO COMENTADO

O romance “1984” se passa na Pista de Pouso Número 1, uma província do Superestado da Oceania, que engloba as atuais Grã Bretanha, todo o continente americano, de norte a sul, a África subsaariana e a Antártida (os outros dois supercontinentes são a Eurásia e a Lestásia). Nesse mundo distópico, os supercontinentes estão em guerra perpétua.

LED ZEPPELIN: CINCO DISCOS PARA CONHECER A BANDA

Fundada, em 1968, pelo vocalista Robert Plant, o guitarrista Jimmy Page, o baixista e tecladista John Paul Jones, e o baterista John Bonham, o Led Zeppelin é considerado um dos três grupos (com o Black Sabbath e o Deep Purple) responsável pelo surgimento e consolidação do gênero heavy metal, e, também, é considerada uma das melhores bandas de rock de todos os tempos.


Anúncios
Anúncios

3 – Fair Warning (1981)

O quarto disco da banda recebeu ótimas críticas, mas vendeu bem menos do que os anteriores, cerca de 2 milhões de cópias. O álbum traz algumas das composições mais pesadas dos irmãos Van Halen e, pela primeira vez, Eddie usou sintetizadores, que seriam mais explorados nos trabalhos posteriores. Entre os destaques do disco: “Mean Stret”, “Unchained”, “Rush Comes To Shove” e “So This is Love?”.

Ouça o disco aqui


4 – 1984 (1984)

O sexto álbum do Van Halen foi um grande sucesso comercial, com 10 milhões de unidades vendidas só nos Estados Unidos. Apresenta um som um pouco mais comercial, comum no hard rock americano daquela época, com Eddie introduzindo definitivamente os sintetizadores no som da banda. O disco também marcou a ruptura entre David Lee Roth e Eddie Van Halen, por discordâncias artísticas, gerando a saída do vocalista, que só voltaria cerca de vinte anos depois. Algumas das mais famosas músicas do Van Halen aparecem aqui, ampliando o público da banda, como “Jump”, “Panama”, “Hot for Teacher” e “I’ll Wait”, todas com clips de sucesso na MTV.

Ouça o disco aqui


5 – 5150 (1986)

Sétimo álbum do grupo e o primeiro com o vocalista Sammy Hagar. O disco recebeu o nome do estúdio particular de Eddie Van Halen, que já tinha sido usado na gravação do disco anterior, e são referentes a uma lei da Califórnia que trata de distúrbio mental. A participação de Sammy Hagar nas composições do álbum é nítida, trazendo mais baladas e com Hagar tocando guitarra em algumas músicas. Nessa época, os fãs apelidaram a banda de “Van Hagan”. Foi o primeiro disco do Van Halen a alcançar o primeiro lugar na “Billboard 200” e, até hoje, vendeu cerca de 6 milhões de cópias só nos Estados Unidos. Entre os destaques podemos citar: “Why Can’t Be Love”, “Dreams”, “Best of Both Worlds”, “Love Walks In” e “Summer Lights”.


Conheça o POTCAST – O Podcast da Maconharia420

#12 | Maconha medicinal com Gilberto Castro PotCast – Podcast da Maconharia420

Dessa vez conversei com o Gilberto Castro (@gilberto_castro420), que é paciente de #maconha #medicinal para o tratamento de #esclerose #múltipla. Gilberto foi diagnosticado em 1999 e lhe foi dado mais 6 anos de vida útil. Não se conformando, começou a estudar os usos da maconha no tratamento da esclerose múltipla. A doença evoluiu ao ponto de deixar Gilberto na cadeira de rodas e sem conseguir falar direito. Segundo próprio relato, a maconha lhe devolveu a vida. Hoje, graças à #erva, Gilberto voltou a andar e sua #cognição voltou ao normal. Graças à um #habeas #corpus preventivo, Gilberto pode cultivar seu remédio em casa e usá-lo onde necessário. #cannabismedicinal #medicinal #mmj  — Support this podcast: https://anchor.fm/potcast-maconharia420/support
  1. #12 | Maconha medicinal com Gilberto Castro
  2. #11 | Aspectos legais da Maconha. História e legalização com Rômulo Alves (CBD Express)
  3. #10 | A Democracia Corinthiana

Se inscreva abaixo


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s