ALFRED HITCHCOCK: CINCO FILMES PARA CONHECER O DIRETOR


O diretor e produtor Alfred Joseph Hitchcock, nascido, em Londres, no dia 13 de agosto de 1899, ficou conhecido como o “Mestre do Suspense”, tornou-se um dos mais influentes diretores da história do cinema e é considerado o maior diretor britânico. Ele dirigiu cinquenta e três filmes, entre 1922 e 1976, e inovou o cinema em vários aspectos, como no posicionamento e movimento da câmera, na associação do som e imagem para criar suspense na cena, nas elaboradas edições e no fato de sempre aparecer rapidamente em seus filmes. Hitchcock também foi o primeiro grande diretor a utilizar a TV com grande sucesso, com a série “Alfred Hitchcock Presents”, apresentado e produzido por ele, entre 1955 e 1965, para a emissora CBS. Ele começou sua carreira em seu país natal, depois mudou-se para os Estados Unidos, país onde faleceu no dia 29 de abril de 1980, na cidade de Los Angeles. A lista é curta para apresentar todas as suas obras-primas, mas é um ótimo começo para quem não conhece a obra do autor.


Anúncios
Anúncios

1 – Festim Diabólico (Rope, 1948)

O quadragésimo filme de Hitchcock e seu décimo-terceiro filme norte-americano, além de ser o primeiro de sua produtora Transatlantic Pictures, em sociedade com Sidney Bernstein. Baseado na peça homônima de Patrick Hamilton, de 1929, conta uma estória simples: dois jovens, interpretados por John Dall e Farley Granger, matam um terceiro, o escondem em seu apartamento e organizam um jantar. Entre os convidados está um ex-professor dos dois, feito pelo grande ator James Stewart, que de certa forma inspirou o crime. Hitchcock usa os espectadores como cúmplices, em um dos mais experimentais filmes do diretor, que grava tudo de forma contínua, usando apenas dez tomadas (o comprimento do rolo de filme), portanto apenas dez cortes, em apenas um cenário.

Veja fotos do filme


2 – Janela Indiscreta (Rear Window, 1954)

Um fotógrafo, novamente o ator James Stewart, um dos preferidos do diretor, quebra a perna e é obrigado a ficar em seu apartamento, de onde passa a observar, com sua câmera, os vizinhos do prédio da frente, até que testemunha um suposto crime. Um dos melhores filmes de Hitchcock, uma obra-prima, com cenário reduzido, um elenco de primeira, que reúne ainda a futura princesa de Mônaco, Grace Kelly, além de Thelma Ritter e Wendell Corey, entre outros. O filme concorreu a quatro categorias do Oscar (diretor, roteiro adaptado, fotografia colorida e som), não ganhou nenhum, mas Grace Kelly recebeu dois prêmios dos críticos de Nova Iorque. O roteiro foi baseado no conto “It Had To Be Murder”, escrito por Cornell Woolrich, em 1927.

Veja fotos do filme


STANLEY KUBRICK: CINCO FILMES PARA CONHECER O DIRETOR

O diretor norte-americano Stanley Kubrick nasceu na Ilha de Manhattan, em Nova Iorque, no dia 26 de julho de 1928, e faleceu em 1999, em Saint Albans, na Inglaterra. Dono de uma filmografia pequena, com apenas treze filmes, realizados entre 1953 e 1999, Kubrick tornou-se um dos diretores mais cultuados e influentes da sétima arte,


APROVEITE O CUPOM DE DESCONTO: MACONHARIA420

3 – Um Corpo Que Cai (Vertigo, 1958)

Novamente estrelado por James Stewart, que dessa vez interpreta um ex-policial, aposentado depois de um incidente que o levou a desenvolver acrofobia (medo extremo de altura) e vertigem (uma falsa sensação de movimento de rotação), que se tornam fundamentais na trama. Ele é contratado para seguir a esposa de um conhecido, interpretada pela linda Kim Novak, que guarda um grande mistério. Foi o primeiro filme a utilizar o Zoom Dolby, um efeito de câmera que distorce a perspectiva para criar desorientação. O roteiro adapta o romance francês “D’entre les Montes”, de Pierre Boilau e Thomas Narcejac. Foi indicado no Oscar nas categorias de melhor som e melhor direção de arte, não ganhou, mas Alfred Hitchcock e James Stewart foram premiados no Festival de San Sebastian, na Espanha, como melhor diretor e melhor ator. Outra obra-prima do mestre do suspense.

Veja fotos do filme


Anúncios
Anúncios

4 – Intriga Internacional (North By Northwest, 1959)

Um tema recorrente de Hitchcock, um inocente confundido com um agente secreto é perseguido pelos Estados Unidos, por agentes de uma organização que tentam contrabandear microfilmes com segredos do governo para fora do país. Outro dos filmes de Hitchcock sempre citado entre os maiores de todos os tempos. Algumas das cenas mais famosas do diretor, como o protagonista sendo perseguido em um milharal, por um avião, e a perseguição no Monte Rushmore, sobre as cabeças esculpidas dos presidentes dos Estados Unidos. Indicado a três categorias do Oscar (som, montagem e direção de arte).

Veja fotos do filme

“Eu sou um filantropo: Eu dou às pessoas o que querem. As pessoas adoram estar horrorizadas, apavoradas.”

Alfred Hitchcock

5 – Psicose (1960)

Baseado no romance homônimo de Robert Broch, Hitchcock pagou onze mil dólares pelos direitos do livro, depois comprou todas as cópias disponíveis no mercado, para que ninguém soubesse o final. Foi seu maior sucesso de bilheteria e hoje é seu filme mais conhecido. O enredo começa com a chegada de uma mulher, interpretada por Janet Leigh, em um hotel de beira de estrada, onde é atendida por Norman Bates, magnificamente interpretado por Anthony Perkin, que guarda um grande mistério. Feito em preto-e-branco, com a mesma equipe que trabalhava com ele na TV, para economizar, criou uma de suas obras mais intrigantes e influentes. A cena do chuveiro é uma das mais famosas e homenageadas do cinema. O filme concorreu ao Oscar nas categorias de melhor diretor, fotografia, direção de arte e atriz coadjuvante, Janet leigh, que ganhou o Globo de Ouro, dos críticos nova-iorquinos, nessa categoria.

Veja fotos do filme



Conheça o Potcast – O Podcast da Maconharia420

#14 | Cannabis, culinária e ativismo com Lilica420 PotCast – Maconharia420

Táááá no ar mais um episódio do balaco baco. Agora bati um papo com a Lilica (@lilica.420) sobre maconha na comida, ativismo, benefícios medicinais e muito mais! Por que comer manga junto com maconha aumenta a brisa? O que são terpenos? Tem valor nutricional? Maconha tem valor nutricional? E muuuito mais! *Só presta atenção no episódio todo, que a Lilica ensina uma receita na faixa pros ouvintes! #culinaria #cannabis #cannabismedicinal #podcast #ativismo — Support this podcast: https://anchor.fm/potcast-maconharia420/support
  1. #14 | Cannabis, culinária e ativismo com Lilica420
  2. #13 | Cannabis e Ficção Científica com o @usuariodeficcaocientifica

Se inscreva


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s